Novas descobertas e achados históricos no município de Matinhas mostram o quanto ainda se tem a explorar turisticamente, o município. Na sexta-feira, dia 30, a convite da Prefeitura, o professor e pesquisador Juvandi de Souza Santos, do Laboratório de Arqueologia e Paleontologia da UEPB, esteve visitando uma das comunidades rurais do município, para confirmar a presença de pinturas rupestres, na localidade.

Acompanharam a visita membros do Departamento de Cultura e Turismo e equipe de mídia, da Prefeitura Municipal de Matinhas, visando realizar uma prospecção do material encontrado nessa localidade e que após estudos servirão para somar no roteiro turístico da terra da laranja.

O professor Juvandi de Souza relatou que as pinturas analisadas se enquadram na tradição Agreste de Arte Rupestre onde datam cerca de 3.000 mil anos e as gravuras se enquadram na tradição Itacoatiaras que datam cerca de 4.000 mil anos. Além destas, o pesquisador acredita que ao longo do leito do rio Mamanguape, devem existir mais sítios arqueológicos inexplorados.

A partir desse contato com o professor, a prefeitura estará dando início aos procedimentos burocráticos para firmar um convênio com a UEPB que auxiliará no estudo arqueológico no município. O objetivo é resgatar parte da história que há muito tempo esteve perdida e que deixou de ser registrada e ainda servirá para endossar a história sociocultural de Matinhas.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support