T noticias Pagina

Prefeitura de Matinhas/PB paga 3 folhas de pessoal em menos de 30 dias e garante final de ano tranquilo para servidores

Tamanho da Letra:

kwidEm meio ao cenário de crise financeira nos municípios, bom exemplo de controle nas finanças públicas neste final de ano vem da pequena cidade de Matinhas, no Brejo da Paraíba, distante cerca de 20km de Campina Grande. Enquanto alguns gestores da região ainda sequer conseguiram quitar os débitos com 13º salários dos servidores, a prefeita Fátima Silva (PSD) conseguiu finalizar o ano efetuando todos os pagamentos pendentes dos servidores públicos municipais e ainda fez anúncios de obras e entregou benefícios.

Em menos de 30 dias, a gestora quitou a folha de Novembro, o 13º salário e nesta sexta (28) pagou toda folha dos servidores referente ao mês de dezembro.

A ação, além de alegrar os trabalhadores, também promete aquecer a economia do município, já que com o dinheiro no bolso, os funcionários da prefeitura podem comprar no comércio local e gerar renda para comunidade.

Além de quitar os débitos com os servidores, Fátima Silva – que segue em seu segundo mandato à frente da Prefeitura de Matinhas- aproveitou as festas de final de ano para entregar benefícios e anunciar novas obras.

Nos últimos dias, a gestora que realizou mais uma edição da Festa da Laranja – Festival Nacional da Tangerina – entregou novos veículos para frota do município. Uma nova ambulância e mais dois automóveis 0km já foram adquiridos e deverão a atender as demandas da população.

POSTO DE SAÚDE E CALÇAMENTOS

Além de pagar em dia todos os servidores, a prefeita Fátima Silva também anunciou novos investimentos nas áreas de Saúde e Infraestrutura para Matinhas.

Uma licitação no valor de R$ 250 mil já foi concluída e será destinada a obras de pavimentação em paralelepípedos (calçamentos) em várias regiões da cidade.

Outra importante obra, que deve ser iniciada ainda no mês que vem, será a construção de uma unidade básica de saúde na região de divisa entre as comunidades rurais de Gravatá e Cacheira de Pedra D’água.

O obra, orçada em R$ 100 mil representa a concretização de um sonho antigo dos moradores da região.

 

Fonte: blogdomarciorangel.com.br